• Carol Dalto

Deserto do Atacama

Em 2018 e 2019 já repassei as dicas dessa viagem para vários amigos, então acho que talvez ela seja a melhor para iniciar o blog!


O Chile é um destino próximo ao Brasil, fácil de chegar, rápido e com inúmeras regiões para se conhecer. No Reveillon de 2017 escolhemos o Atacama como destino e posso dizer, fui surpreendida positivamente pelo lugar!

Surpreendida é de fato a palavra, porque antes achava que não era uma pessoa de turismo de natureza, e desde então me descobri uma outra turista! Que sorte a minha! Sem contar que o Atacama foi um dos lugares mais fotogênicos que já visitei. Estava apenas munida do meu iPhone, e as pessoas perguntavam "nossa, que câmera vocês usaram?!".

Então se você deseja paisagens belíssimas com um quê de adventure, sem gastar muito, essa pode ser a sua próxima viagem! Em alguns dos lugares a sensação é de estar em outro planeta...



Piedras Rojas

E COMO É O ATACAMA?

O Atacama é o deserto não polar mais seco e mais alto do mundo!!! Tem como característica temperaturas elevadas durante o dia que tendem a cair durante a noite, o que causa a grande amplitude térmica.

É um lugar que pelo o que vi da para ser visitado durante todo o ano e o período de alta temporada é de novembro a março.

A cidade base é San Pedro de Atacama. Não há vôos direto. A cidade mais próxima é Calama, e de lá há vários transfers até San Pedro (1h30min aproximadamente).



NA PRÁTICA (Dica Amiga):

Leve hidratante corporal, facial, labial, soro fisiológico para o nariz, colírio de lágrimas artificiais, e isso não é exagero! O Rodrigo (meu marido) que detesta hidratante implorava pelo meu vidro todos os dias, rs.

E não se esqueça de beber bastante água, os guias diziam que também ajuda a se aclimatar à altitude.

Devido à variação de temperatura ao longo do dia, prepare-se para uma mala eclética - desde shorts e roupas leves até roupas de frio, segunda pele, fleece, casaco corta vento, luvas. Uma coisa que me falaram muito foi se vestir “em camadas”. Nos passeios bem cedo você sai agasalhado, porém vai tirando tudo conforme o dia vai passando e o calor aumentando.



Lagunas Escondidas


MOEDA

A moeda oficial do Chile é o peso chileno.

Levamos dolares e trocamos em San Pedro por pesos chilenos. Lá tem uma rua que se chama Toconao com várias casas de câmbio. Quando precisávamos íamos de porta em porta perguntando qual era a cotação do dia.



HOTEL

Decidimos a viagem um pouco em cima da hora, então quando começamos a busca por hotéis já não nos restava muitas opções.

Ficamos em um que se chama Hostal Etnica. É uma pousada simples, sem café da manhã - o que não foi tanto um problema, pois a grande maioria dos passeios saem cedo - porém com cama confortável e banho quente todos os dias (havia lido uns relatos de que pode faltar água quente em alguns hotéis).

Achamos um valor bastante justo pelo o que a pousada oferece. Fica a aproximadamente 10 minutos caminhando da Rua Caracoles (o que é uma distância bem tranquila, mais que isso já consideraria longe).



No caminho para o Salar de Tara, ao fundo o vulcão Licancabur


ROTEIRO

Passamos 4 dias e meio por lá e conhecemos as principais paisagens.

Por falta de tempo e por achar que não seria interessante deixamos um passeio que muitos fazem de lado: as Termas de Puritama.

E ficamos na vontade de fazer uma trilha. Meu irmão foi em novembro de 2018 e fez a trilha do Vulcão Lascar, uma trilha com nível intermediário, ele adorou!

Como fica bem próximo a fronteira da Bolívia, se você tiver uns dias a mais dá para aproveitar e conhecer o Salar do Uyuni.


Dia 1: Chegamos no meio da manhã. Deixamos as coisas na pousada e fomos ao centro já fechar os passeios.

-Tarde: Lagunas Escondidas

Dia 2:

-Manhã: Vale do Arco Iris

-Tarde: Valle de La Luna + Por do Sol no Mirador

-Noite: Tour Astronomico - Dica: Vale a pena reservar com antecedência (não precisa pagar!) e checar qual a fase da lua estará! Fizemos com a Space Obs (info@spaceobs.com), eles pedem para passar na agência no dia do tour para pagamento e confirmação do passeio.

Dia 3:

-Dia todo: Salar de Tara

Dia 4:

-Manhã: Geyser del Tatio + Machuca

-Tarde: Laguna Cejar + Ojos del Salar + Laguna Tebenquiche

Dia 5:

-Dia todo: Piedras Rojas - Foi o passeio mais lindo!!! Porém uns 3 meses depois que fomos teve o episódio de pichação nas pedras, e parece que o passeio foi mudado... uma pena...


NA PRÁTICA:

Antes de ir fiquei um pouco confusa em relação aos passeios, porque basicamente as agências oferecem esses passeios, com algumas pequenas variações. Só que como não sabia, fiquei bem perdida...

Acredito que esses sejam os highlights do Deserto.

Em San Pedro tem uma rua principal que se chama Caracoles e nela há uma infinidade de agências de turismo. Uma amiga havia ido uns meses antes e me deu algumas dicas... ela e o namorado fechavam sempre o passeio do dia seguinte na noite anterior, dessa forma acabaram experimentando várias agências. De todas as que eles fecharam eles recomendaram muito a Chile Conectado - 123 Andes e acabamos fechando tudo com eles. É uma agência de brasileiros, fizemos o pagamento via transferência Banco do Brasil (na época) e gostamos muito do atendimento e dos passeios como um todo.

Vi que tem turismo para todo gosto (e bolso!), desde agências super exclusivas, até agências bem mais simples, acho que o budget nesse caso irá ser o fator decisivo. Mas para se ter uma idéia, na época fiz uma comparação, e se fôssemos fazer passeios privativos, sairia mais que o dobro do que pagamos para eu e meu marido.

Normalmente os passeios da manhã tem café da manhã incluso (bem simples, porém digno), e os da tarde tem um pequeno lanche.




Geyser del Tatio


Rodrigo se preparando para experimentar o espetinho de lhama

Como já tem um tempo da viagem optei por dar dicas gerais e básicas.

Mas como já disse, considero o Atacama um destino imperdível!!!



Carol

18 visualizações
Carol

Viajante insaciável, sempre em busca de uma promoção ou imaginando novas aventuras!

​Médica de segunda a sexta!

 

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com